Curiosidades

Descobrimento do café

O café foi descoberto por volta de 525 d.C. no interior da Etiópia. Sendo a primeira referencia sobre seu uso comestível datado de 575 d.C. nos manuscritos do Iêmen que falam acerca da lenda de Kaldi, onde um pastor notara que suas ovelhas ficaram mais espertas depois que consumiram uma estranha planta. Ele havia alimentado suas cabras com arbustos e folhagens que tinham um fruto amarelo-avermelhado e notou que os animais ficaram mais animados e com energia, a medida em que mastigavam os frutos.

Intrigado com o comportamento de suas cabras, ele levou uma amostra da planta para um monge. O religioso, inicialmente, não aprovou e a denominou como “o trabalho do diabo”. A segunda chance foi dada depois que as plantas foram jogadas na fogueira e os monges sentiram o aroma dos grãos torrados.

Já uma outra versão dessa história do café, conta que quando Kaldi levou as sementes ao Monge, o religioso logo demonstrou curiosidade e decidiu preparar uma infusão com as plantas e frutos. Assim que consumiu o preparo, ele comprovou que as plantas causavam uma certa agitação. Considerando os efeitos positivos, o monge passou a consumir o preparo dos frutos avermelhados nas noites de reza.

Alguns registros afirmam que o consumo de café começou por volta de 575 d.C., mesma época das lendas sobre a origem do café. Nessa época os etíopes alimentavam-se do fruto. Aparentemente, a polpa era consumida nas refeições. Ela era macerada ou misturada em banha. Com os frutos também faziam suco, que fermentado se transformava em bebida alcoólica. Suas folhas também eram mastigadas ou utilizadas no preparo de chá. Fonte: Grão gourmet.

Professora universitária - Mestre em Administração e Blogueira nas horas vagas. Cada um tem a parte de mim que conquistou. Sou mulher, fera, amiga, bruxa e fada. Só não sou obrigada.

%d blogueiros gostam disto: