Coisas da roça

Fogão à lenha

Ela começava sua rotina sempre bem cedinho. Acendia o fogão à lenha, fervia a água para fazer café e preparava o caldeirão para ferver o leite, que o marido traria dali a pouco.

Na mesa farta sempre tinha queijo fresco, café quentinho e forte, pão assado no forno, que era parte integrante do fogão à lenha. Geleia não podia faltar, senão a filha mais velha ficava amuada.

Naquele fogão à lenha ela cozinhou receitas herdadas da avó e da mãe, às vezes mudava um tiquinho a quantidade do tempero, mas na maioria das vezes era fiel à receita.

O tempo passou, a idade chegou para ela e também para o fogão. Ambos estavam cansados e a última água para o café foi fervido nele. Nem ela nem ele sabiam que era um adeus.

Devandira Ferreira

Professora universitária - Mestre em Administração e Blogueira nas horas vagas. Cada um tem a parte de mim que conquistou. Sou mulher, fera, amiga, bruxa e fada. Só não sou obrigada.

%d blogueiros gostam disto: