Proseando

Cancelamento

Sou favorável ao cancelamento. Temos que cancelar o ódio gratuito. Temos que cancelar a carteirada, a arrogância de se achar melhor do que o outro. Temos que cancelar a mania de dizer que o colega é louco para neutralizar a divergência. Temos que cancelar a hipocrisia de falar mal pelas costas como um capeta e bancar o anjo na frente da pessoa. Temos que cancelar a avareza emocional de não oferecer uma segunda chance. Temos que cancelar a covardia de agir em bando. Temos que cancelar a falsa modéstia, a falsa esperança, a falsa desculpa. Temos que cancelar o oportunismo e a bajulação para obter vantagens. Temos que cancelar a covardia de não dar chance ao contraponto. Temos que cancelar a xenofobia, o preconceito com o sotaque e com a maneira de cada cultura se expressar. Temos que cancelar as brincadeiras sexuais em que a mulher é vista como um objeto erótico. Temos que cancelar o racismo do desbotamento, a argumentação de que alguém não é tão negro ou que é um negro com alma branca. Temos que cancelar as passadas de pano, como se a boca não fosse um gatilho disparando. Falar é agir. As palavras também matam.

Fabrício Carpinejar

Professora universitária - Mestre em Administração e Blogueira nas horas vagas. Cada um tem a parte de mim que conquistou. Sou mulher, fera, amiga, bruxa e fada. Só não sou obrigada.

%d blogueiros gostam disto: