Proseando

A mulher de branco

Há muito tempo, em Candelária/RS havia uma moça muito bonita, desejada por todos os rapazes. Mas mesmo tendo vários pretendentes, ela resolveu se casar com um rapaz muito tímido e simpático.
No dia do casamento o noivo não apareceu, a moça ficou muito abalada, pegou seu carro e saiu correndo pela estrada. Quando estava no trevo do Pinheiro, um caminhão bateu em seu carro jogando-a para fora, a moça na mesma hora morreu.
Diz a lenda que desde aquele dia em diante, todas as noites uma mulher de branco, muito bonita, aparece no trevo do Pinheiro e, enfeitiçados por sua beleza, os caminhoneiros e motoristas olham para ela fixamente, perdendo assim o controle do carro e, se acidentando. Acreditam que essa tal mulher de branco é a bonita noiva que naquele dia foi deixada pelo seu futuro marido e saiu em prantos, correndo pela igreja. Alguns dizem que isso é verdade e, que é por isso, que hoje em dia o trevo do Pinheiro é um dos lugares campeões de acidentes na região. Oremos!

Professora universitária - Mestre em Administração e Blogueira nas horas vagas. Cada um tem a parte de mim que conquistou. Sou mulher, fera, amiga, bruxa e fada. Só não sou obrigada.

%d blogueiros gostam disto: