Proseando

Amor devagar

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas e texto que diz "Fabrício.. acompanho de pertinho seus escritos.. suas reflexões. Estou namorando. É estranho pq o meu namorado, depois de passarmos a semana sem se ver, chega numa sexta à noite e diz que não vai dormir comigo ou não vai passar no meu ap pq no sábado vamos passar o dia juntos. Ele sempre comenta "não vou dormie aqui pq eu dormir ba quinta". Isso me deixa desconfiada. não acreditando que ele gosta de mim de verdade, sabe o que vc me orientaria nesse sentido"

Querida leitora, É o que chamo de amor devagar. Ele está namorando, mas você tem a ansiedade de querer casar logo de cara, pular etapas, para não pensar mais nisso. Entende romance como aposentadoria: “agora vou me aquietar, acabou a busca”. Não é assim que funciona. Tão melhor quando ambos têm tempo para sentir saudade e não ficam sempre grudados. A partir do respeito, é possível construir uma relação com mais independência e menos neurose. Você mede o amor pela frequência, não pela qualidade da presença. Acha que ele não é louco por você pois não grudou em seus passos? Ele está saboreando a intimidade, o prazer da amizade e dos encontros semanais. Talvez entenda que não há nenhuma urgência, já que sempre estão em contato.

Nem todo mundo precisa se mostrar viciado, fissurado. É o momento de pensar se não estava acostumada a um padrão negativo de convivência feito de renúncia e de ciúme, e que vem estranhando o seu namorado a partir da comparação com as atitudes possessivas dos exs. Até o bom é duvidoso quando só conhecemos o ruim. Se você confia nele, se ele tem caráter, não há motivo para sofrer com suspeitas.

Abraço, Fabrício Carpinejar.

Professora universitária - Mestre em Administração e Blogueira nas horas vagas. Cada um tem a parte de mim que conquistou. Sou mulher, fera, amiga, bruxa e fada. Só não sou obrigada.

%d blogueiros gostam disto: